29 Apr 2018

         Quando fala, a voz sai pequena como o seu corpo - os braços numa timidez de antebraços; os dedos ainda na infância e ele já velho; as pernas que não levam o tronco muito longe do chão. Tudo nele é comedido, menos o branco nos cabelos - todos os fios entregues...

22 Apr 2018

         Todos os dias, bem cedo, a filha o coloca sentado na porta de casa. Antes de sentá-lo, ajeita a cadeira na calçada, conferindo sempre de duas a três vezes sua posição, sua firmeza.

         Coloca-o sentado numa pontualidade que dispensa rel...

8 Apr 2018

         A manhã bateu, como sempre, pancadas de débil luz na janela do quarto. Levantei-me devagar, como de costume, para não te acordar. Lembrei-me. Olhei o seu lado da cama, e o travesseiro intacto, a colcha lisa escondendo o lençol virgem do teu corpo - um branco l...

1 Apr 2018

         As ventanias sempre me trazem minha avó.

         A casa dela tinha um quintal grande, impensável nos dias atuais. Ela cultivava uma pequena horta, um pequeno pomar, criava umas poucas galinhas.

         Cruzando uma boa p...

Please reload

BLOG

Please reload

© 2023 By Henry Cooper. Proudly created with Wix.com