14 Aug 2016

         Pega a alça do balde cheio de água com sabão e seu corpo pende no esforço torto em lhe suportar o peso. Deixou a torneira pingando as gotas de uma repreensão, caso sejam vistas - na semana passada ouviu breve ladainha sobre o desperdício “que não sai do seu bo...

14 Aug 2016

        Tanto e mesmo barulho todos os dias, tanta e mesma chuva seca a pingar cotidianamente problemas - tantos e mesmos a fazerem a paciência se alojar no silêncio de um compreensivo de um copo alcoólico. E de tudo e tantos e mesmos, o homem reclama.

...

14 Aug 2016

         Que olhos veem e não são vistos?

         Na antiga casa, cantos de um branco vivo abrigam almas passadas a verem os dias e as noites numa prisão sem grades e de janelas abertas.

         Ventania…

...

Please reload

BLOG

Please reload

© 2023 By Henry Cooper. Proudly created with Wix.com