11 Jul 2016

         “A droga deste lado direito, que nunca mais aceita ordens nesta vida”, pensa o homem ao espetar um pedaço de carne com o garfo na mão esquerda, enquanto a faca na mão direita roça o alimento com falsos carinhos da serrilha.

         A  mulhe...

11 Jul 2016

         O caminho de terra é linha que se alonga e faz curvas e, se esticamos o pescoço, vemos que ele segue, entorta-se bem mais à frente, some.

         Some no mesmo silêncio com que vai surgindo no horizonte que humanos passos perseguem. Nesse p...

4 Jul 2016

         Sonos ao meio da tarde costumam me atordoar além da simples sonolência. Então, a difusa luz na janela do quarto dizia-me pouco sobre se era a manhã que apontava um dia ou se era a tarde a render-se a mais uma chegada discreta da noite. Os sinos de uma igreja n...

4 Jul 2016

         Desde que esticou líquidos olhos para fora da terra, a água escorre.

         Antes disso, alimentou-se de solo na constância de uma fome que a curiosidade fez insaciável - apalpando a terra, a água avançou pelo subsolo numa lentidão despreo...

Please reload

BLOG

Please reload

© 2023 By Henry Cooper. Proudly created with Wix.com